Uma história de Amor envolvendo o Curso de bateria Guimadrum 💚

Eu tive algumas namoradas antes de encontrar minha tampa da panela… a “Isa-drum” ♥

Como comecei a tocar bateria na adolescência, desde sempre meus relacionamentos com as namoradas eram um pouco turbulentos. Os top 3 problemas são o seguinte:

1 – Tempo demais na bateria

2 – Shows

3 – Grana

Eu realmente me frustrei bastante antes de encontrar a mulher da minha vida, pois no meio onde eu vivia, era sempre um problema o fato de eu ser músico, baterista ainda por cima. Um pai de uma namorada até queria me convencer a “arrumar um emprego…” (oh céus, dai-me paciência…)Mal ele sabia que eu era um ninja.

Então há alguns dias, fui surpreendido por uma pessoa que queria se inscrever no meu curso de bateria on-line.

Uma moça chamada Heloísa me escreveu no número de WhatsApp que disponibilizo para suporte aos alunos, e insistiu que gostaria de fazer a inscrição, porém queria dar de presente para outra pessoa. Eu pensei, “Nossa que legal, vai dar o curso para o filho, ou para o irmão…”

Que nada, ela queria presentear O MARIDO que estava muito interessado nos vídeos do meu site!

Agora eu te pergunto: Que mulher mais maravilhosa é essa, meu pai?!?

Na sexta feira dia 12 de junho seria dia dos namorados! Coisa linda hein, gente?

Feita a inscrição, ela quis escolher uma senha customizada para o marido acessar o portal de aulas, que foi:  “helô_te_ama”

Nessa hora confesso que me emocionei, afinal de contas só os músicos sabem a luta que é. Pois para ficar bom é preciso treinar, e isso demanda tempo. É claro que sabemos que para o relacionamento ficar bom também demanda tempo.

O engraçado foi que ela pediu que eu enviasse o login e senha pra ele somente no dia 13, “se é que você me entende…” ela falou. 😉

Obrigado Helô, e se o Diego não te der atenção e ficar só nas aulas vc me avisa que eu corto o acesso dele por 1 semana.

Guima

PS: Se você quer dar o curso para seu namorado(a) dê uma olhada em como ele funciona aqui

 Feliz Dia dos Namorados

deixe seu comentário